1 de dezembro de 2022

O monólogo, “Um precipício no mar”, texto do inglês Simon Stephens, protagonizado pelo premiado ator Ângelo Antônio, sob a direção de Gabriel Fontes Paiva, estreia nesta quinta-feira, 7, no Sesc Tijuca. “O texto possui uma escrita delicada, elegante e cativante ao mesmo tempo que expõe toda a vulnerabilidade masculina, como se o personagem estivesse com a caixa torácica aberta no palco”, define o diretor. Com tradução de Pedro Brício e trilha sonora de Luísa Maita, a montagem surpreendeu a crítica mundial por sua sutileza, ao tratar de temas como a paternidade, a masculinidade e o existencialismo contemporâneo. Sem recorrer ao melodrama, o texto também toca em questões fortes, como a tragédia e reflete sobre religião, crenças, relacionamentos, família, a fotografia, passando pelos desafios e a alegria de ser pai. O texto de Stephens chegou ao diretor durante sua pesquisa sobre novas masculinidades, provocada por sua última direção, a montagem “Neste mundo louco, nesta noite brilhante”. A peça fica em cartaz até 31 de julho, de quinta a domingo.  Foto Lee Kyung Kim

Redes Socias

Deixe um comentário