29 de setembro de 2022

Uma carta escrita pelos índios guarani e kaiowá, em 2012, despertou o interesse do ator e diretor Fernando Nicolau para a condição indígena no país. No texto, pediam que sua morte fosse decretada, em vez de tirarem sua terra. Sensibilizado, convidou o dramaturgo Fernando Marques para mergulhar numa profunda pesquisa. Juntos, iniciaram o processo de criação do monólogo Se eu fosse Iracema. Estrelada por Adassa Martins, a peça estreia no dia 9, no Sesc Tijuca. A temporada será de sexta a domingo, às 19h, até 1º de maio.

Redes Socias

Deixe um comentário

Related News