29 de setembro de 2022

O livro reúne ensaios de historiadores brasileiros e estrangeiros sobre a escravidão negra nas Américas ao longo do século XIX a partir de um conceito recente da historiografia, o da “segunda escravidão” – proposto em 1988 por Dale Tomich, um dos autores desta coletânea. Enquanto declinava ou era abolida em determinadas zonas do Novo Mundo, a partir do fim de determinadas colônias, da Revolução Industrial na Inglaterra e de sua consolidação como nação hegemônica na economia, a escravidão reflorescia no Sul dos Estados Unidos, em Cuba e no Brasil – áreas que se tornaram polos dinâmicos de uma nova e maciça expansão da escravidão africana.
Organizadores: Rafael Marquese e Ricardo Salles Editora: Civilização Brasileira / Grupo Editorial Record –  322 Páginas  –
Preço R$ 44,90

Redes Socias

Deixe um comentário