3 de outubro de 2022

O carioca Max Dalarme, com apenas 7 anos, é o primeiro autor com síndrome de Down do Brasil a escrever um livro sozinho, sem ajuda de terceiros. No País, há apenas três escritores adultos com síndrome de Down. Há também obras que mostram o protagonista com síndrome de Down, mas foram escritos por pessoas sem a síndrome. Tudo isso faz o livro “Eu sou o Max!” uma produção artística ainda mais rara – uma conquista importante na luta por uma sociedade inclusiva. E foi pensando também em inclusão que o pequeno Max escreveu toda a obra em letra bastão, pois pessoas com síndrome de Down, em grande parte, tem maior facilidade de leitura neste tipo de letra. O livro pretende entrar para a história neste próximo dia 21, Dia Internacional da Síndrome de Down. O autor-protagonista não apenas descreve sua rotina e o mundo à sua volta de maneira cativante e cheia de afeto, como também tece um elogio à diversidade. 

Redes Socias

Deixe um comentário

Related News