30 de setembro de 2022

Mangueira em 2 tempos, da cineasta Ana Maria Magalhães, foi selecionado para a premiação do Festival Docs Without Border, dos EUA. O resultado será divulgado no final  maio. 

Com estreia adiada nas salas de cinema do Brasil (o  lançamento seria em 13 maio, mas a data será remarcada, por causa da pandemia), o filme já ganhou, desde 2020, o Prêmio de Melhor Documentário no INYFF (Festival Internacional de Nova York) e obteve menção honrosa no Festival de Cinema de Los Angeles. 

Wesley, atual mestre de bateria da Mangueira, é um dos personagens. Ana Maria Magalhães o conheceu em 1992, quando filmou sua primeira obra sobre a escola, Mangueira do Amanhã, com crianças sambistas. Mangueirense, a cineasta faz homenagem à cantora Alcione e a Ivo Meirelles, que também participaram das filmagens

Redes Socias

Deixe um comentário

Related News