30 de setembro de 2022

Para o ex-senador Saturnino Braga, 89,  presidente do Centro Celso Furtado, o Brasil vive retrocesso social e econômico, além de estar com a democracia ameaçada.  Filiado atualmente ao PSB, Saturnino defende a instalação imediata da CPI da Covid, pelo senado, para investigar ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia e o colapso da saúde no estado do Amazonas no começo do ano. “O governo federal foi omisso porque deveria ter criado, desde o início da pandemia, políticas públicas para proteger o povo.  Quando aconteceu o problema da Aids, a partir do final dos anos 80, o Ministério da Saúde criou campanhas para deter o contágio.  Falta ao governo Bolsonaro a criação de campanhas. Além do número de mortes ter batido recordes tristíssimos, enfrentamos alta de preços nos supermercados, farmácias e serviços públicos, a democracia está ameaçada.  Pois, além do retrocesso social, temos uma grande crise econômica “- afirmou o ex-senador. ” Quase 400 mil mortos por Covid-19 no Brasil pela falta de políticas públicas”- disse Saturnino Braga.

Redes Socias

Deixe um comentário

Related News