28 de novembro de 2022

A psicóloga Robertha Blatt tem 20 anos de atuação como terapeuta infantil e de família, e foi no consultório que a inquietação sobre o potencial da arte e dos museus para serem espaços de promoção de saúde teve origem. Em seu local de trabalho, sempre estiveram presentes recursos para a produção de desenhos e colagens como lápis, papel, argila e materiais de reciclagem – nas quais ela, as crianças e pais trabalhavam em conjunto como uma metodologia para entender o paciente: era o “caos” criativo. Essas “obras” eram inicialmente expostas nas paredes do consultório.  A partir daí a ideia de usar a arte e os museus como recursos e espaços de promoção da saúde mental transcendeu essas paredes e virou uma exposição – que agora chega ao público na forma do livro “Arte aproxima” (Ed. Nau das Letras), que será lançado nesta terça-feira,  24 às 19h, na Livraria da Travessa do Shopping Leblon, no Rio.

Redes Socias

Deixe um comentário