4 de outubro de 2022

A Bienal do Livro de São Paulo, que homenageia Portugal este ano, faz neste sábado, 9, às 12h, o encontro entre o escritor Francisco José Viegas e o escritor e jornalista Ruy Castro. Mas os cariocas que não puderem acompanhar a programação paulistana terão a oportunidade de conferir o lançamento do novo livro, “A luz de Pequim”,  na Janela Livraria, no Jardim Botânico. O encontro carioca entre o escritor português e Ruy Castro será na terça-feira, 13, às 19h.  Francisco Viegas lança um romance policial fora dos padrões, em uma narrativa introspectiva e sombria, em que descreve a sociedade portuguesa de forma crua e sem floreados. Aos 60 anos, Jaime Ramos, personagem recorrente em sua obra, é um inspetor veterano e se depara com a passagem do tempo e a efemeridade da vida. Viegas tem uma sólida carreira literária, tanto como escritor quanto como editor – ele é editor da Quetzal em Portugal desde 2009, é também diretor da revista Ler e já foi diretor da Casa Fernando Pessoa – além de ter publicado alguns livros no Brasil.

O livro faz parte da Coleção Identidades – Nossa Língua é Maior do que o Brasil, dedicada à literatura lusófona. A coleção se iniciou em 1998 com o lançamento de “Nação Crioula”, de José Eduardo Agualusa, e já publicou autores de Portugal, Angola, Macau e Timor-Leste.

Redes Socias

Deixe um comentário