30 de novembro de 2022

Entre os dias 30 de novembro e 17 de fevereiro, o Paço Imperial recebe a exposição “Soluções alternativas para um futuro incerto”,um conjunto de quatro instalações inéditas, do escultor colombiano Jorge Rodríguez-Aguilar, na qual se colocam relações de imantação do espaço e do espectador. A exposição conta com a curadoria do crítico de arte Marcelo Campos e será inaugurada no dia 30 de novembro, gratuita, ocupando os 275m2, na sala Terreiro do Paço, localizada no térreo do Paço Imperial, no Centro do Rio de Janeiro.

As instalações apresentam situações de ritualização de elementos da natureza, como chifres, plantas, sal grosso, onde o trabalho com madeiras e metais apropriados e reutilizados se transmutam em esculturas. E, ora, de outro modo, estamos diante de elementos do cotidiano, como ralos, que viram chocalhos, plantas de plástico que se conectam com plantas vivas que vão somar na construção dessa narrativa. A circulação entre as obras nos coloca em movimento como um corpo em processo ritual.

O artista lida com imagens e formas que trazem tanto questões das práticas ritualísticas latino-americanas, misturando saberes indígenas, africanos e europeus, quanto a própria condição de apropriação colonial que marcou a exploração da natureza através das práticas extrativistas. O resultado de sua pesquisa estética, traz a sintonia do Brasil e da Colômbia com a condição de sua “africanização latina”, apresenta-se como um outro modo de conectar fronteiras que, muitas vezes, nos afastaram pela diferença de colonizações.

Foto Pedro Nabuco

Redes Socias

Deixe um comentário