28 de novembro de 2022
Normais a empolgação e euforia do presidente eleito. Acerta criando pontes, desde logo, para garantir o auxílio de 600 reais do bolsa família e o aumento do salário mínimo.  Mas, tem horas, que precisa frear a língua. Falou pelos cotovelos, na primeira aparição no QG da transição e acabou falando tolice. Economia não é a praia de Lula. Assessoria precisa resguardar o futuro chefe da nação de novos tropeços. Pega mal, desde cedo, dá munição para adversários. Radares do mundo de olho nos passos e ações do próximo chefe da nação. No geral os passos de Lula foram corretos. As visitas aos ministros do Supremo Tribunal Federal(STF) e aos presidentes da Câmara e do Senado foram marcantes e republicanas. Atencioso e paciente com repórteres. Sinal que Lula não vai repetir as ações destemperadas do atual presidente. Lula tem consciência de que é hora de somar e não dividir. O permanente diálogo entre os Poderes pavimentam êxitos e fortalecem a governabilidade.
Foto Ricardo Stuckert
Redes Socias

Deixe um comentário