28 de novembro de 2022
Integrante da Frente Ampla contra a ditadura militar, formada por Juscelino Kubitschek, Carlos Lacerda e João Goulart, o ex-deputado Mauro Magalhães vai publicar um documento histórico – o rascunho da carta de Lacerda a JK (foto) com a proposta de formar o movimento divulgado em 1967- em seu novo livro de memórias sobre a política brasileira .
“O rascunho da carta que Carlos Lacerda entregou a Juscelino Kubitschek, no exílio ( de JK), em Lisboa, foi escrito, pelo ex-governador do antigo Estado da Guanabara, em seu apartamento, na Praia do Flamengo,  na minha presença e na presença do jornalista Hélio Fernandes. O documento, de 14 páginas, ficou em meu poder, junto com o acervo pessoal de Carlos Lacerda. Eu recebi o acervo da família do jornalista Walter Cunto, que foi assessor de imprensa de Carlos Lacerda, depois que o jornalista morreu”,  explicou o ex-deputado.
  O rascunho convida Juscelino Kubitschek e seus seguidores a “trazer, em nome do povo brasileiro, o protesto e a reivindicação que ele merece exige”.
  Mauro Magalhães relembra que “por causa da Frente Ampla fomos cassados e perdemos nossos direitos políticos. Mas, graças a esse manifesto, três forças políticas diferentes (Juscelino Kubitschek, Carlos Lacerda e João Goulart) , se uniram pela democracia”.
Redes Socias

Deixe um comentário