29 de janeiro de 2023
O patrono do exército, Duque de Caxias seguramente revirou-se no  túmulo, ao  saber que as Forças Armadas tinha um general quatro estrelas golpista, no Comando do Exército. Ninguém está acima da lei. A democracia não pode  ser atingida, por achincalhes nem destemperos de quem quer  que seja.  Civil ou  militar que destoa das preceitos da convivência civilizada deve ser punido, com os rigores da lei. Nessa linha, tem razão o senador Renan Calheiros(MPB-AL), quando afirma que “o presidente Lula acerta ao exonerar  o comandante do exército”. Para Calheiros, as razões são  as mesmas que deveriam  ter impedido a própria nomeação. O ex-presidente do senado e do congresso, por 4 mandato, e ex-ministro da justiça no  governo Fernando Henrique Cardoso, foi  categórico: “Não podemos tergiversar ou  hesitar no combate aos golpistas.  O Brasil precisa se reenccontrar com  sua história”.
Redes Socias

Deixe um comentário