2 de outubro de 2022

O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do RJ oficiou o secretario de Estado de Fazenda, Guilherme Mercês, reivindicando providências da pasta contra os abusos cometidos contra auditores fiscais por comissionados lotados pela Secretaria de Estado da Casa Civil na Operação Barreiras Fiscais. Na terça-feira (20), uma equipe de fiscalização do ICMS, que desempenhava regularmente suas atribuições no posto fiscal de Nhangapi, foi alvo de intimidação por servidores ocupantes de cargos de indicação política no governo. Um deles chegou a dar voz de prisão a um Auditor e conduzi-lo de forma coercitiva e ostensiva à delegacia de Itatiaia. A conduta extremada do comissionado provocou a paralisação, por cerca de 10 horas, de todas as atividades do posto, o maior do país, gerando um prejuízo incalculável ao Erário fluminense. O ofício ao titular da Fazenda é apenas uma das diversas ações que o Sindicato, presidido por Alexandre Mello (foto), deverá tomar junto às instâncias competentes nos próximos dias, a fim de que a agressão contra a carreira fiscal não fique impune.

Redes Socias

Deixe um comentário

Related News