1 de dezembro de 2022

A partir deste mês, o Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro  exibe a Mostra “Trama Canoê”. Organizada pelo Sebrae do Estado do Amazonas em parceria com o CRAB, a mostra tem como inspiração a canoa, símbolo da união da cultura indígena e ribeirinha, e utilizada como principal veículo entre as “estradas” das águas formadas pelo encontro dos rios Negro e Solimões, nas proximidades de Manaus (AM).

Feita em apenas um tronco de árvore escavado, a canoa sempre foi um meio essencial de transporte e de trabalho nos rios do Brasil. Principalmente na Amazônia, onde em alguns lugares é chamada de ‘montaria’. Também é de extrema importância no dia a dia dos povos da região como veículo de comunicação e na pesca e caça.

Com curadoria de Rozana Trilha, diretora-presidente da Associação Zagaia Amazônia, a Mostra  traz para o CRAB, além da narrativa da canoa, a cultura material dos povos da região amazônica, representada em objetos utilizados no dia a dia, como cestos, remos, redes de pesca, vasos, cerâmica utilitária, entre outros produzidos com matérias-primas da floresta. “Juntamente com a canoa, a exposição traz o conceito da trama, um resgate ancestral, especialmente quando reportamos ao cotidiano indígena”, explica Rozana Trilha.

As peças em exibição vieram da Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro (AMARN), da comunidade Indígena Nova Esperança e dos municípios de Barcelos, São Gabriel da Cachoeira, Benjamin Constant, Maués, Rio Preto da Eva, Novo Airão e Careiro Castanho. Foto Sérgio Matos

Redes Socias

Deixe um comentário