28 de novembro de 2022

No ano de 2014, o radialista, poeta e jornalista Cristiano Menezes (foto) lançou seu primeiro livro de poemas, “Guardanapos” (7Letras). Passados oito anos do lançamento e seis de seu falecimento, chega agora às livrarias o livro-homenagem-póstumo “Não sei se façoparte” (7Letras) – na forma de uma linda história de amor – idealizado e organizado por sua mulher e parceira, a produtora Claudia Pinheiro, contendo ainda textos dos poetas e amigos de Cris, Ronaldo Santos, Xico Chaves, Abel Silva e Luis Turiba. As poesias presentes na obra fora todas escritas enquanto Cristiano se tratava de um câncer, que acabou por leva-lo no ano de 2016.
No prefácio, Ronaldo Santos, um dos líderes do movimento poético Nuvem Cigana, que levantou a bandeira da poesia marginal dos anos 70 e 80, opta por fazer um texto afetivo, repleto de lembranças do amigo, com quem ficou décadas sem contato, ao invés de apresentar ou analisar seus poemas. O lançamento acontece nesta quarta-feira, 9, a partir das 19h, na Livraria Janela, no Rua Maria Angélica, no Jardim Botânico.

Redes Socias

Deixe um comentário